segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Tri-Oeste de Luto

Uma prova má, no dia a seguir já passou. Uma queda umas semanas a seguir já ninguém diria, uma lesão, na pior das hipóteses uns mesitos...mas nisto não há volta a dar :(

Não que tenha conhecido muito bem a Mena, mas tenho a sorte e a honra de conhecer o Rui, pessoa e atleta pelo qual tenho o maior respeito e profunda admiração. Foi um daqueles atletas que desde que comecei a praticar triatlo mais admiro...Não que ele tenha entrado nisto há mais tempo, mas há uns que nascem com qualidades e outros (como eu) que têm que comer muita papinha para fazer alguma coisa engraçada. O Rui foi daqueles atletas que me ensinou (por exemplo) que um triatleta chegue em primeiro ou em último é sempre um triatleta. Após um treino em conjunto, umas semanas depois, em Quarteira falou-me como se me conhecesse há uns anos. Fez-me sentir, sem dúvida, bem vindo à família triatleta.

Infelizmente nada posso fazer por ele senão transmitir-lhe os meus sentimentos e dizer-lhe que naquilo que puder ajudar, fá-lo-ei.

Força aí Rui...nada mais consigo dizer...e também nada que possa dizer ajuda, portanto...

domingo, 28 de dezembro de 2008

S. Silvestre de Lisboa

Realizou-se ontem a S. Silvestre de Lisboa. Parecia mais um duatlo, tal era o número de triatletas presentes na prova. E os resultados de alguns deles foram muito interessantes.

Menos interessante foi o clima mesmo...chuvinha e frio como não se quer. Felizmente no momento da prova não choveu nada de especial, mas o mal já tinha sido feito. Pessoal molhado e enregelado :(

Mas vamos ao que interessa. Em relação à prova em si, correu de acordo com as expectativas não fosse o valente estoiro no início da subida da Avenida da Liberdade...a partir daí e até ao topo da Avenida foi sempre a sofrer. Estava a ver que não chegava lá acima...mesmo. estive para deisistir, pois não me sentia muito bem, mas pensei que "assim como assim já estou molhado, portanto siga até ao fim". E lá acabei com 39'03 (tempo oficial e 38'53) no meu relógio numa prova que tinha um bocadinho menos que 10km (menos 150m aproximadamente).

Em relação à participação de conhecidos e amigos, destaque para a prova da Vanessa a cumprir o objectivo (abaixo dos 45'). Boa...não tarda muito és mais uma a fazer-me a folha, tu queres ver? Boa prova do Rodrigo e do Migalhas...toda a gente corre mais que eu fosga-se. Barbosa, ainda n foi desta, mas não desesperes, há-de haver mais oportunidades e certamente irás conseguir. Força aí.

Já fazia mais uma ou duas de atletismo só na desportiva para forçar a treinar mais e melhor. Mas agora não sei quando...vamos ver.

domingo, 21 de dezembro de 2008

Não ainda não morri...

Não que vos interesse, mas enfim...

Muito se tem passado neste último mês, mas não tem havido nem paciência nem tempo para escrever. Quando tenho algum tempo, não tenho vontade nenhuma de escrever e quando não tenho tempo...não tenho tempo.

Em primeiro lugar, a maratona de Lisboa, disputada no dia 7 de Dezembro...Não não fiz a maratona, fui fazer a meia a servir de lebre...missão cumprida e ajudei a bater um recorde pessoal. Muito fixe.

Depois, o almoço do clube. Muito bom para ver o pessoal que já não via há algum tempo e com algumas novidades de peso...ou se é. Logo este ano que não vou ter grande tempo para treinar :(

E por fim, hoje a corrida dos 60 anos do Metro. 10 Km, pela primeira vez a abrir desde há algum tempo. mas isto de não treinar...ui. Doeu e não andei um... 39'20 aproximadamente. Não que tenha sido muito mau, mas para o percurso não foi grande coisa. enfim, não há milagres.

Para a semana há mais na S. Silvestre de Lisboa. Venha ela.

Até lá...

terça-feira, 25 de novembro de 2008

QUUUÊÊÊ

900 aereos por uma ressonância magnética???? Fónix...meto o puto no microondas que faz o mesmo efeito e sai mais barato...mas é mais difícil de limpar as paredes a sseguir isso é verdade.

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Gala do Triatlo

Realizou-se ontem a gala do Triatlo. Na realidade não há muito a dizer, a não ser que a qualidade da modalidade em age-groups ficou espelhada pela qualidade dos campeões nacionais de cada escalão, que subiram ao palco LOL.

Foi engraçado ver pessoal que estamos habituados a ver apenas de fato de treino ou, pior ainda, de licra (iaics), vestirem um fatinho e gravata (alguns, que o safardana do cordeiro nem ali usa um fatinho :)). Na verdade houve pessoas que preferia não ter visto de fato ou, mais concretamente de vestido...epá, há coisas que não se devem ver. Aquela saia não ficava nada bem à rapariga, parecia que tinha vindo directamente de monsanto e a outra felizmente na 2ª vez que apareceu no palco já levou o casaquinho. Mas isto sou eu a falar mal. Alguém certamente deve ter pensado quando me viu "eia pá, leva o casaco do paizinho"...pois, quando comprei aquele fato (o único praticamente) pesava uns quilitos a mais :(

Agora, só falta esperar uns 3 mesitos para começar uma nova época, que, sinceramente, pela qual não estou muito ansioso, pois já sei que vai ser uma época "diferente", em que vou dar uma de Vabrousek...treinar nas provas :)

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Agora é só esperar...

...naõ sei durante quanto tempo...mas eles também não.

Ok.

terça-feira, 4 de novembro de 2008

Nunca daria para médico

Em primeiro lugar porque nunca teria notas para entrar em Medicina (nem paciência para tal, diga-se) e depois porque sou demasiado...ai, como se diz? Humano, é isso.

Ah e tal o meu colega passa aqui ao início da tarde para falar convosco. A esta hora (23:36) ainda népia...parece-me bem. Mostra o respeito que têm pelas pessoas.

Não digo que são todos, mas há uns que mereciam uma espera à moda do Cacém.

e depois ao fim de semana, nem pensar em adoecer ou ter problemas de saúde. "Ó sr. Doutor, estou a esvair-me em sangue" . "Vá, pressione aí com força e na segunda feira falamos".É preciso fazer uma ressonância que pode implicar a descoberta de problemas muito graves e, quem sabe, irreversíveis. Faz-se na sexta...os resultados vêem-se na 3ª Feira seguinte. E se for algo de muito grave? Temos pena, quem manda vir a uma 5ª feira? Hein?

Epá, se há poucos, formem mais...ai espera e depois como é que cada um trabalharia em 3 ou 4 sítios diferentes....pois, é melhor haver poucos, assim as pessoas ficam muito dependentes deles e eles têm mais poder.

Avaliação de profs? Bring it on...e para quando a dos médicos?

Não digo mais nada, porque, se calhar as mães desses srs. até são boas pessoas e não mereciam que eu lhes chamasse nomes.

Será Hoje????????...

...que vamos saber alguma coisa? Espero que sim, pois prefiro saber o que posso esperar do que estar nesta espera interminável.

Realmente é nos piores momentos que se vê a força das pessoas. Alguém que odeia estar sozinha passa grande parte do dia sozinha, sem queixas e sem querer arredar pé, para que não perder nem um momento que possa fazer falta. Força aí.

Hang in there minime

sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Pesadelos

Existem aqueles que quando acordamos sentimos alívio por ter acabado o pesadelo e depois existem os outros, os piores, em que quando acordamos é quando começa realmente o pesadelo e só nos conseguimos safar momentaneamente dele quando, após um tempo banhado num mar de lágrimas, se consegue adormecer.

Espero amanhã conseguir acordar deste fantasma de pesadelo e chegar à conclusão que foi apenas um ameaço e não ter que tentar adormecer para me escapar de um verdadeiro pesadelo

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Evolução?

É suposto, segundo as teorias evolucionistas, que as espécies evoluam e se adaptem. Sendo assim, como é possível o ser humano nascer com os sistemas completamente imaturos, que provocam dores durante os primeiros meses de vida? Não seria previsível que isto já tivesse mudado ao longo de milhares de anos?

Ou será que fomos realmente criados à semelhança de alguém? (neste momento aqueles que me conhececem devem estar boquiabertos...queres ver que ele começa a acreditar em Deus? Naaaaa).

Porque a ser assim, o safardana seria um sádico do camandro, a fazer sofrer aqueles que mais inocentes são.

Fosga-se para isto tudo.

Ser pai é a melhor coisa do mundo...

para quem não o é, certamente.

Como pode alguém dizer isto depois de suportar o choro (leia-se berros) de um bebé durante um dia inteiro, devido a cólicas.

A minha suporto-a eu bem. Se me espetar no chão e ficar todo queimado, aguento. Se me doer o corpo todo ao fim de 8h de prova, num IM, eu aguento. Agora, suportar a dor de uma criança indefesa durante 24h, isso já é outro assunto.

É das piores e mais horríveis experiências que já tive em toda a minha vida.

Com tanta evolução na medicina e nos medicamentos ainda não há nada que alivie as cólicas? ESTÂO À ESPERA DE QUÊ??????

domingo, 12 de outubro de 2008

Nacional de Triatlo

Disputou-se hoje o Nacional de Triatlo, mais um avez no Estoril. O dia até começou bem, saindo a horas e chegando a horas e a vanessa até falava :).

No entanto, as boas notícias ficaram-se por aqui...

Chuvinha como tudo, com o piso molhado, não augurando nada de bom para a prova. Até parou, mas o mal tinha sido feito.

A natação até nem correu mal de todo, saí ligeiramente atrás daquilo que é normal...nada de grave. À saída do parque de transição primeiro desastre...queda quase parado para não bater num outro atleta que até é um amigo. Nada de grave.

depois veio o pior...desde o início percebi que as pernas não estavam lá. perdi nada mais nada menos que 3 grupos. Alguns deles que, em situações normais era menino para estar lá na frente a puxar e quiça a deixar alguém para trás...não hoje certamente.

Na corrida, pior ainda, parecia um taralhoco a correr, é que não dava mesmo para mais. Enfim, há muito tempo que não corria um aprova tão mal. Guadalajara custou menos e a distância era apenas o dobro.

Realmente não há nada como o treino e o descanso. Raios partam o chaval :)

terça-feira, 7 de outubro de 2008

A prova do crime

Ah, pois é...

P.S. (não o partido) - dispensam-se comentários que não se refiram pura e simplesmente à queimadela em questão...obrigados!

domingo, 5 de outubro de 2008

Ando com sono, mas não é assim que me quero deitar

Hoje de manhã fiz o primeiro treino desde há uma semana...iupi...ou não.

Depois de pedalar durante 50 minutos ou coisa que o valha, e de já ter deixado a Vanessa para o seu treino à séria (já treina mais do que eu, qq dia anda mais que eu), voltei para casa.

Eis que não quando, ao entrar numa curva com uma ligeira sombra, não reparei que a estrada estava húmida e quando dei por mim já estava a resvalar no chão. Felizmente nada de grave...umas queimaduras e uma maneta do travão torta. pelo menos foi para o lado esquerdo e não estraguei o desviador nem nada...menos mal.

Deve ter sido uma forma de a minha bike me dizer "ah agora já nem me montas não é?" (soa mal, mas garanto que é tudo com o maior respeito)

Isto realmente de não dormir é tramado...se estivesse em Guantanamo acho que já tinha admitido que era terrorista e que tinha sido eu a deitar abaixo as torres, desde que me deixassem dormir durante umas horitas seguidas.

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Venha um Ironman, se faz favor...

...que estava bem menos nervoso à partida, fosga-se.

Aquela porra ainda se parte...

3,650 Kg, ainda n sei o tamanho...mas é bué de pequeno (para bebé é grandote)

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Mais Guada

Só para terminar, deixo aqui o perfil do segmento de bina...não estava a brincar quando dizia que era durinho


Resultado final: 22º lugar com 4h53'32 (3 km natação-88 km bike-20 km corrida)

Guada - a minha prova

Pessoalmente, fui lá apenas porque tinha pago e porque já tinha dito que ía. Sempre imaginei que iria desistir no segmente de corrida, mas sempre pensei "pelo menos dou uma volta, para conhecer o percurso".

O segmento de natação não correu particularmente bem. Também não foi mau, mas foi esquisito. Não aqueci e comecei sem ritmo nenhum e sem sentir bem a braçada. Com o sol a bater de frente, que é que via a bóia? eu não certamente. E depois andava sempre a ziguezaguear. tenho que comprar um gps para a natação ou quê? grande trapalhão.

A bicicleta correu bastante bem, apesar do percurso bastante duro. Ao todo eram 5 subidas puxadotas, em que o acumulado de subida dava um número engraçado certamente. O percurso era muito sobe e desce e com descidas algo técnicas em certos pontos. Mesmo assim média de quase 34 km/h. Muito bom. E com uma paragem forçada com problemas gastro-intestinais (ainda não acertei com a nutrição desta vez). teve complicado e estava a ver que não chegava ao parque com o fato limpinho, ui, ui. 5 ou 6' depois lá estava eu a pedalar outra vez.

A corrida...MEDO. Comecei a correr a tentar perceber se me doía alguma coisa ou não. olha, não dói. Mas vá calma. Meti o meu passinho (4 qq coisa ao km) e lá fui eu. Ao início da 2ª volta começa-me a doer o joelho esquerdo (lesão de há uns anos atrás que nunca mais me chateou). Tu queres ver que estou bem da anca e agora estou mal do joelho?. Última volta muito dolorosa, com o joelho a pedir para parar e com os gémeos duros como pedra...se calhar porque já não corro há 1 mês praticamente (apenas 2 ou 3 corriditas em 5 semanas apenas para ver que a anca não estava em condições). Mas lá fui e lá acabei. Bem bom. As dores só apareceram à tarde...GRRRRRR.

Pontos altos da prova: velhota - "animo chavales". Puto de 6 anos - "força campéon" e Sedi - "é isso mesmo, HTFU". São estes pequenos momentos que fazem com que um gajo afaste o pensamento que passa pela cabeção de desistir ("se calhar se eu desistir agora ninguém leva a mal, afinal de contas sabem que estava lesionado"...afasta esse pensamente, vá). E quem sabe se o facto de ter sorrido para o puto e ter agradecido não vai fazer com o pequeno chaval se vá dedicar ao triatlo e sair dali um verdadeiro animal?? Nunca se sabe.

Ah, já me esquecia, outro momento alto da prova foi a jeitosona de mini saia e decote a sair do parque ("vá corre direito e faz boa cara"). Assim vale a pena vir a Guada para sofrer. Mas como dizia o Rui " e as miúdas que a olhar para mim não tiravam os olhos do chão?")

Momento baixo: falta de algumas pessoas que normalmente me acompanham, que fornecem aquele "little bit extra" de motivação.

A prova dos Tugas - Continuação de Guada

Só me vou reportar ao pessoal da nossa trupe, pois com o resto dos tugas não falei muito após a prova, mas sei que estavam todos bastante contentes, cada um com os seus objectivos pessoais.

A ordem é da classificação:
- Krepe - lembram-se daquele anúncio de uma marca de electrodomésticos (o krepe não se lembra certamente pois era muito antes do tempo dele :)) em que diziam "aquela máquina"...pois, é mesmo. A coxear o fim de semana todo...antes da prova...e mesmo assim saca um 2º lugar. Destruiu toda a gente na bike e depois ao pé coxinho conseguiu segurar o 2º lugar, com uma passagem ainda pelo parque de transição para compor a bina (deviam estar com medo que ela fugisse certamente). Para o ano, os espanhóis quando virem a start list vão pensar "medo, o krepe está cá"..ah pois é. Muito bom mesmo.

- Sedi - Outra máquina. Onde será que este gajo esconde tanta determinação e força? Sai uns 6 ou 7' atrás da água e ao fim de 30 km já me apanhou...e eu tinha média de 33 km/h :0. Momentos altos da prova, quando passa por mim na bike "olha lá, sabes quantos estão para a frente? resposta "disseram-me que estava em 11º", "ah, (palavra que não posso escrever neste blog)", com um sorrisinho, como que a dizer "estão (mais uma palavra que não posso escrever aqui)". 5º lugar da geral...o gajo é da minha equipa, fosga-se.

- Manuel - Prova muito boa, 11º lugar da geral com uma queda ao chão, que, com qq árbitro decente tinha sido penalti claro (caímbras são tramadas, não são). Continua assim.

- Rodrigo - Mais uma boa prova, de um atleta que começõu o ano passado. Treina com pessoal muito bom e isso nota-se claramente. Grande evolução.

- Rui - Este homem tem estudos LOL (private). Prova muito certinha, sem dar nas vistas faz uma prova muito positiva.

- Hugo - Não era a prova certa para ele certamente, com tanta subida e percurso de corrida exigente, o peso dele penaliza-o. Mesmo assim 4º veterano acho eu. Se tivesse sido a rolar o homem dominava ("não me lembro de ter passado por ti"...pois, estava no WC improvisado :()

- Quintela - A natação penaliza-o gravemente. Bom percurso de ciclismo e bastante boa corrida. Olha, pede á sónia para nadar por ti, assim despercebidamente :).

Grande representação, em quantidade e qualidade. De referir ainda que o Tri-Oeste obteve uma magnifica vitória por equipas. Ainda bem que acabei :).

Fim de semana em Guadalajara

Mais um fim de semana, mais um triatlo. Desta vez em terra de Nuestros Hermanos, para o último longo da época. Tudo o que diz respeito à prova, será abordado noutro post.

Em primeiro lugar, de referir a excelente companhia para o fim de semana, só assim se aguentava uma viagem tão longa a chegar às 4h da matina a Guada e o fim de semana sempre a correr. Foi um fim de semana com muitas peripécias e com um (mais um) excelente convívio entre o pessoal tuga que foi (éramos 10). Também houve uns problemazitos com as gordas, mas isso é outra história.

Claro que os tugas tinham que se destacar...no sábado à hora da pasta party, tudo a ouvir as últimas indicações e nós já na fila para o chop chop...se calhar por isso não percebemos metade, mas também nunca perceberíamos, pois os gajos falam a correr...até parece que estão a afalar castelhano, fogo.

Até deu para me comprarem um bolo de aniverário...fogo, deve ter-vos custado os olhos da cara LOL

A saber (por nenhuma ordem especial) Sedi, quintela, Sónia, raquel, rodrigo, krepe, hugo, Rui e Manuel (companheiro de viagem e quarto), obrigado pelo fim de semana, pelo tempo bem passado e desculpem qq coisinha.



Ainda referir a presença de mais alguns Tugas, destaque, claro, para o pessoal do Porto Runners. Continuem com esse espírito...muito bom (desculpa lá isto não sair a tempo para o break das 10h, mas não deu mesmo , ok nuno? :)). E também para o João Santos. Hoje em dia não há prova no mundo que se realize sem a presença do João. Fogo, que o homem está em todas.

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

IM Louisville

Sérgio Marques 3º Lugar...Muito bom.

Mais um grande resultado para o representante português nos IM por terras do Uncle Sam. Boa miúdo...dá-lhes.

2 semanas de treino

Como tenho andado lesionado numa anca, mais concretamente no trocanter e não posso correr, a solução é mesmo tentar não perder tudo...pedalando. Nestas últimas 2 semanas de treino foram 36 de bina (entre 900 a 1000 km). Pode não parecer muito para os animais que passam a vida com o rabinho sentado num selim, mas posso dizer que nunca tinha feito nada semelhante.

Foram 14 dias de bicicleta sem nenhum dia de descanso. Vamos ver se isto tem algum benefício a médio/longo prazo. Bem que gostava de ter podido treinar umas corriditas, mas enfim...

No próximo fim de semana vou participar no Triatlo de Guadalajara (Espanha), que é um duplo Olímpico (3km natação, 80 de bicicleta e 20 de corrida). O mais certo é ter que encostar na corrida. Como já estou mentalizado para isso, não ficarei muito desanimado, mas tenho pena, pois estava ansioso por esta prova, pois era uma daquelas que dava para preparar minimamente, visto estar de férias durante o período de preparação. Mas prefiro desistir da corrida a ter uma lesão que fique durante bastante tempo.

Portanto, o objectivo passa unicamente por fazer uns segmentos aceitáveis de natação e bicicleta e conviver com o pessoal que vai.

sexta-feira, 22 de agosto de 2008

Direito de capa

Ó Nelson, se calhar pensavas que por ganhar uma medalhita de oiro merecias estar na capa do Jornal, n? Isso querias tu... Quem te manda ganhar essa coisita no mesmo dia que o Reyes decidiu dizer que ía fazer tudo para ser campeão, hein? Ainda por cima nem joga, pois n foi inscrito a tempo, mas o que interessa isso? Falou e o pessoal calou...mai nada.

Para a próxima vê lá se ganhas isso numa altura em que não haja bola, ok? Para aí...hum...realmente n sei quando será a melhor altura. Se calhar o melhor mesmo é não ganhar nada, pois senão ocupas um bocadinho da primeira página que ainda dava para uma notícia do género, sei lá "jogador x sai mais cedo do treino para ir à casa de banho". Isso sim "notícias" que interessam. (nota do blogueiro: Este bro passou por bués clubes nos últimos tempos...é tão bom que ninguém quer ficar com ele)

quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Jogos Olímpicos V

Ainda os JO. Desculpem-me quem tiver paciência para ainda ler isto, mas o único lugar onde posso colocar tudo o que penso, pois já sei que, se escrever para os lugares que deveria escrever (SIC e RTP) ninguém vai ligar e não vai chegar a quem deveria ouvir.

Ouvi dizer que um daqueles que tinha ido de férias vai trazer uma medalha de ouro. Epá, quando eu vou de férias nunca trago ouro para casa. Tu queres ver que o pessoal afinal não foi lá apenas passear?

Alguns velhos do Restelo, velhos esses que, provavelmente nunca fizeram nada de Desporto, ou que, pelos vistos pouco sabem de Desporto e não vêm os...pés há já aguns anos, vieram profetizar que os nossos atletas ficavam todos abaixo das expectativas e que era uma vergonha o seu comportamento. Pois, mas olhando com olhos de ver, e sabendo que ainda não acabaram, foi a melhor participação de Portugal de SEMPRE em JO. Ao colocar esta participação ao lado de todas as participações anteriores e fazendo a classificação que se faz no JO, ou seja em que as medalhas de Ouro valem mais e depois as de Prata e só depois as de Bronze, apesar de, em Atenas se ter ganho 3 medalhas, fora 2 de Prata e 1 de Bronze, enquanto que agora foram 1 de Ouro e 1 de Prata.

Se gostava que tivéssemos ganho mais medalhas? Claro que sim. E preferia até que tvessemos ganho 10 medalhas de bronze e nenhuma de Ouro, o que significava que o Desporto em Portugal estava realmente desenvolvido, enquanto que assim continuamos a viver da inspiração dos foras de série.

Para acabar dizer apenas: Guincha Porco. Quando a vossa modalidade der alegrias deste género ao pessoal vocês podem dizer qq coisa, até lá... (ler posts anteriores)

P.S. Realmente a única modalidade que não deve ter desiludido aqueles srs deve ter sido o Futebol...ai espera, acabaram de me dizer que nem nos qualificámos para os JO em Futebol. Como é possível? E agora vai ser um prazer ver o nosso Campeão Olímpico a exibir-se nos estádios novos, feitos por altura do Euro 2004...ups, mais uma vez, peço desculpa...são campos de futebol e nem sequem têm pista de Atletismo...ahhhhh, ok.

Jogos Olímpicos IV - Nelson Évora

Grande Nélson. Um concurso brilhante que lhe mereceu a medalha de Ouro.

quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Jogos Olímpicos II - Vanessa Fernandes

PARABÉNS. Grande prova, em que mostrou que é sem dúvida e aos 22 ou 23 anos de idade, não só uma atleta de eleição, mas também um modelo de capacidade de sofrimento e de combatividade.

Mesmo num dia que não lhe terá corrido 100% bem, pois na corrida já se viu fazer melhor, a verdade é que conseguiu uma medalha de Prata, fruto da sua capacidade de auto motivação e perseverança.

Muito bom mesmo. Daqui a 4 anos há mais e quem sabe a 100%. Esperemos que sim. Força Vanessa.

Parabéns também aos representantes masculinos, em que o Bruno Pais fez uma boa prova, dentro do esperado e o Duarte fez o que pôde no meio dos animais todos.

Jogos Olímpicos III

Hoje de manhã, durante um treino tive uma pequena "discussão" com uma amiga, sobre o que se estava a passar no JO, no que diz respeito à comitiva Portuguesa, e tendo opiniões diferentes, o que eu respeito (ainda bem, pois se pensássemos todos da mesma forma, isto era muito monótono), fez-me voltar um pouco à vaca fria: As declarações de alguns atletas são completamente ridículas e resultam apenas de (espero) desânimo momentâneo, mas penso que não se pode colocar em questão o seu esforço não só ao longo da prova em si, mas de 4 anos que anteciparam estes Jogos Olímpicos. Eles estão lá porque mereceram estar lá...tiveram desempenhos que lhes deram o direito de estar presentes, e, bons ou não, são o melhor que temos cá. São declarações que deveriam ter sido mais reflectidas. Mas eles são pagos (não muito, mas enfim) para correr ou lutar, ou lançar e não para falar à comunicação social, que, mesm que tenham dito algo acertado consegue deturpar (que não foi o caso, acho eu). E não vamos começar a falar de "atletas" a falar à comunicação social, porque senão não avançávamos daqui (como o outro... "o meu sonho são tantos...")

Mas também é verdade que o sr. do Comité Olímpico deveria pensar um pouco no que diz, porque de manhã, numa entrevista à Antena 1 fala claramente em que os atletas deveriam ter brio e profissionalismo (100% de acordo), e depois à tarde já vem dizer " ah e tal não foi bem isso que disse, isso são palavras que nem costumo utilizar"...pois, mas utilizou e se calhar bem utilizado. Está gravado, escusa tentar disfarçar.

Não gostei muito também das declarações Vanessa Fernandes. Penso que teria sido melhor dizer que não falava de desempenhos e atitudes de outros. Corre o risco de qualquer dia, as coisas não correrem muito bem e, ao acabar, dizer qq coisa que lhe venha morder.

Sim, porque há pouco tempo atrás, em Espanha, uma das provas da Taça do Mundo, se não estou em erro, não lhe correu muito bem, e a justificação foi o frio que se verificava. Se essa situação se tivesse passado em Pequim e se viesse dizer, ela ou o treinador, que tinha sido devido ao frio (que me parece uma justificação perfeitamente plausível), correria o risco de algum energúmeno, que percebe tanto de Desporto como eu de lagares de Azeite, dizer logo..."então se tem frio vista mais roupa", ou "estava igual para todas", ou ainda "corra mais depressa que aquece logo". Espero, muito sinceramente, que em Londres 2012 ( e se a Vanessa for lá, o que é altamente provável e espero que sim), não esteja uma temperatura baixa, porque senão ainda o "pobão" se esquece deste ano e começa a mandar bocas.

terça-feira, 19 de agosto de 2008

Jogos Olímpicos

Para quem não apetecer ler tudo...Desanco nos palhaços que estam nos "palhaços da bola", perdão..."donos da bola"...

E agora ao que interessa. Ontem tive a infelicidade de ver que estava a dar esse programa na SIC Notícias e percebi que estavam a tentar falar, finalmente, de Desporto e não só de bola, como é habitual. Mas deviam mesmo ter-se ficado pela bola, porque de Desporto devem perceber muito pouco.

Um dos senhores dizia que "todos os atletas que tinham ido aos Jogos Olímpicos tinham ficado áquem das expectativas", ou coisa semelhante. MENTIRA. Vários recordes nacionais de natação foram batidos, não sei quantos, mas vários. Segundo, para se ficar bem classificado não basta a nossa prestação, mas também dos resultados dos outros atletas e na natação, os resultados foram ridiculamente elevados. Parecem também esquecer-se que o resultado depende de um dia apenas, quando andaram 4 anos a treinar para um só dia. Infelizmente pode correr mal e acredito que ninguém mais do que esses atletas devem ter ficado desanimados pelos resultados menos bons, ou não esperados.

Às tantas dizia outro que os atletas deviam ser responsabilizados pelo que diziam e faziam durante os Jogos Olímpicos. Concordo perfeitamente, mas que são os senhores para apregoar a responsabilização dos actos, sendo que um é político. O Ministro das Obras públicas é responsabilizado pela derrapagem gigantesca da maior parte das obras públicas? O Sr. Presidente da Câmara é responsabilizado pessoalmente por alguma trafulhice que aconteça? Deveriam ser, mas não tem sido hábito, portanto é melhor ficarmos por aqui, pois os actos são bem mais gravosos. E se bem me lembro, estes srs vieram a público dar apoio a um senhor que devia ter juízo pela idade que tem e pela posição que ocupava, quando entrou em campo para afiambrar num jogador, para defender um "menino", que, como diz o Ricardo Araújo Pereira, conseguia lutar ao mesmo tempo com 10 sérvios, de mãos atadas. Ou quando um jogador esmurrou um árbitro. A preocupação não era o que se fazer com essas pessoas, mas se poderiam orientar ou jogar nos jogos seguintes...Eram logo expulsos da modalidade se isto funcionasse bem.

Concordo que alguns atletas deveriam ter cuidado como que dizem, especialmente depois de cada prova. Um deles esteve muito mal ao dizer que " de manhã só na caminha" e outra ao dizer que o combate estava feito para ganhar a sua adversária e que a culpa tinha sido do árbitro. Sem dúvida que estiveram mal. Mas esperem lá...lembro-me aqui há um tempo atrás que um guarda redes, que ainda hoje é olhado co muito respeito numa ida ao estrangeiro, desculpava-se o facto de ter levado 4 secos com o facto de não haver fruta no Hotel onde tinham estado. E outro que dizia que tinha sido a luz do Estádio que o tinha cegado momentaneamente. Não me lembro de nenhum os senhores ter crucificado esses guarda-redes. Lembro-me também, e acontece quase todos os dias, que os srs. treinadores e jogadores da bola se desculpam constantemente dos árbitros, inclusivamente os srs. nos vossos comentários mais ou menos entendidos. Está mal? Pois está, mas é do país em que vivemos.

Depois falava-se que ser de alta competição não era só andar ali a receber uma bolsa e mais não sei quê. Para quem não sabe, a bolsa varia em 3 níveis, 1250, 1000 e 750 €, consoante o nível do atleta e os resultados já obtidos. 750 € dá para viver? em condições? Sem ter que se preocupar em trabalhar? Não me parece em nenhum os casos. Se bem me lembro no mundial de 2006, para cada jogador da bola havia um prémio de 50000€. Fazendo contas, para um atleta de nível 2, daria para 50 meses de rendimento...isto dá 4 anos e 2 meses...têm a certeza que querem falar de subsídios???

Palhaços...prestem o devido respeito aos atletas que treinam a sério, muitos deles depois de um dia de trabalho, que vão representar Portugal, com melhores ou piores resultados e olhem para o vosso umbiguinho e mantenham-se a falar dos jogos da bola, pois esses sim treinam muito pouco para profissionais a tempo inteiro. Algum deles treina mais de 14h-15h por cada semana? Não sei se treina... Eu trabalho e treino isso...Palhaços

Que os atletas devem ter cuidado, especialmente quando estão a representar Portugal? Claro que sim...para o bem de todos nós, Desportistas para nos demarcar dos jogadores de bola.

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Sou só eu a achar isto ridículo???

Ainda sou do tempo em que um recorde do MUNDO era algo muito difícil de obter...por isso era um recorde do MUNDO. Nem toda a gente se conseguia aproximar e muito menos batê-lo. O recorde do MUNDO se salto em comprimento do Bob Beamon vigorou durante uns 30 anos. O recorde do MUNDO do Salto com Vara do Bubka vai vigorar durante sabe Ele quantos.

Mas na natação, os recordes do MUNDO caem como se fossem recordes lá do bairro. "Ah, há um menino lá da minha rua que faz 47,24 aos 100 crol", "Ah é? Só por causa disso, nesta meia final vou bater esse tempo", e depois o menino vinga-se na outra meia final e bate outra vez o recorde. Noutra prova bate-se o recorde do MUNDO por quse 8"...8". Já não chega bater recordes por décimas. "Vamos bater o recorde do MUNDO por uma porrada de segundos".

E mais, não é só o bater de recordes. A questão deixa de ser "quem vai bater o recorde do MUNDO desta vez", para passar a ser "Quantos atletas vão fazer um tempo abaixo do anterior recorde do MUNDO?". Sim, porque antigamente havia uns quantos que se aproximavam mais ou menos e 1 ou 2 que tinham uma hipótese remota de bater um recorde do MUNDO. Hoje em dia há provas em que 5 atletas bateriam o recorde do MUNDO.

Há quem diga que é dos fatos, outros que é da piscina. Outros, mais cépticos, pensam que talvez seja de outra coisa qualquer. Se o objectivo é apenas bater recordes, sem se importa com mais nada, tenho uma proposta para os construtores de piscinas de competição (e serão certamente alguns a er este blog, oh, oh)..porque não colocar uma turbina de cada lado da piscina e quando o nadador começasse a nadar a turbina de um lado ligava-se, quando fizesse a viragem, ligava-se a outra. Recorde do MUNDO certinho...Ridículo.

Sou só eu??

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Triatlo Raiva...Campeão Nacional???

A segunda prova do fim de semana foi disputado em Raiva, uma aldeia perdida ali perto de entre os rios, famosa pela triste derrocada da ponte.

Esta prova era o Campeonato Nacional de age groupos (grupos de idade) de Triatlo. Este campeonato divide os atletas por idades, em intervalos de 5 anos (18-19, 20-24, 25-29, etc, etc). Portanto é uma prova um bocado diferente pois não competimos contra todos os outros mas apenas contra os da nossa idade, o que torna tudo mais táctico.

A natação não correu da melhor forma, pois a partir dos 500 metros senti-me relativamente fraco, sem conseguir alongar a braçada, perdendo inclusivamente algum tempo (cerca de 20"), em relação ao pessoal com quem ía até à altura. Na transição, que foi rápida, consegui recuperar algum tempo e saí logo atrás do Cordeiro. No entanto, ao montar na bina, não consegui colocar bem o pé dentro do sapato, devido ao empedrado (outra vez o maldito empedrado). E como era cerca de 1 km a subir, sempre em empedrado dá para ver que não consegui colocar o pé dentro do sapato até lá a cima e que custou subir aquilo com o pé de fora. Mas pelo menos apanhei o Cordeiro. Quando se entrou na estrada, sentia-me extremamente cansado e sem grande força de pernas (se calhar devido à potência toda que tinha gasto no dia anterior ao subir uma serra com o travão na roda, quem sabe...). Descolei logo de um grupo de 3. Entrei no meu ritmo e esperei pelo grupo que vinha a seguir onde vinham o carlos do alhandra e o José do Halcon, 2 júniores em franca evolução. Colei-me à roda do Carlos que vinha fortíssimo tipo lapa e bufei quase até cair para o lado para não o largar, pois sabia que se isso acontecesse depois ra sempre a perder lugares.

Lá me aguentei naqueles primeiros kms, mas com muita dificuldade. Às tantas, como que por milgagre, comecei-me a sentir melhor e comecei a ajudar. Para o fim estava a sentir bastante forte e só por medo de ter uma quebra é que não tentei muito chegar ao grupo da frente. Se fosse prova da Taça, se calhar tinha tentado, assim não valia a pena.

Na corrida, felizmente o início era a descer e deu para descansar um bocadito e como vi que estava com vantagem para todos os que vinham atrás de mim nem forcei a tudo, especialmente quando vi que o 2º lugar do meu escalão vinha a mais de 1'30". Está no papo, pensei e nem pensei em forçar mais que o necessário.

Quando cortei a meta, sentimento de de dever cumprido. Tinha conseguido aquilo que tinha cá vindo fazer. E ainda por cima que me entregou a medalha foi a futura campeã Olímpica de Triatlo (pelo menos assim vou ficar a torcer), que me tinha dado 15 a 0, se tivesse feito esta prova LOL (esta e todas as outras)

No rescaldo, o Compeed TriOeste tem 3 campeões nacionais, a saber: Escalão 30-34, Sérgio "Pulga Atómica" Dias, Escalão 35-39, Happyman, Escalão 40-44, Pedro Cordeiro; um terceiro lugar, no escalão 35-39 em Femininos, Ana Nisa e ainda 2 quartos lugares, no escalão 20-24, tanto masculino como feminino, com Tiago Neves e Vanessa Pereira, respectivamente.

No todo, um grande fim de semana de convívio e divertimento...apesar da trapalhada de sábado :( e de termos feito burrada no regresso e termos chateado pessoas que não gostávamos de chatear...enfim...Sorry :(

Edit: E ainda mais um 3º lugar no age group de 30-34 do José Ferreira (desculpa lá zé...esta cabeça...)

Triatlo Fafe

Fomos para o Norte de Potugal para participar em 2 triatlos em tantos outros dias. O de Sábado foi em Fafe.
Prova com 2 parques de transição e com um percurso modificado de Ciclismo, mas continuando a ser muito sobe e desce (não há muitas hipóteses por ali).

A partida até foi bem positiva, tendo feito uma natação bastante razoável, saindo onde queria (na realidade queria sair com os primeiros, mas isso era impossível :)). À saída do parque de transição, loo o primeiro contratempo...não consegui colocar os sapatos como normalmente consigo, atrapalhando-me e tendo inclusivamente que parar para colocar o pé dentro do sapato. Depois saiu uma fivela, tendo perdido mais tempo a colocar a fivela no sapato. E depois, para colmatar, no início da subida, não conseguindo acompanhar ninguém...mas mesmo ninguém.

O Cordeiro passa por mim, tento ir com ele e ele diz "com calma que vem lá outra subida"...calma? Eu vou a bufar e para aí a 190 bpm com as pernas a arder. tenho que o largar. Depois tudo o que tinha pernas e bicicleta me passa, inclusivamente todos aqueles atletas que normalmente quase nem em recta me conseguem acompanhar quanto mais a subir. Que se passa? Passa Sedi, "anda coigo". "Não consigo, não tenho pernas". No 100 metros finais da subida (uma subida bem difícil diga-se, com mais de 10% de inclinação certamente e não sei que distância), não aguento mais e tenho mesmo que parar. Quem vai passando vai perguntando se está tudo bem...tudo mal penso eu, não consigo respirar quase ao fim de 2-3' de paragem e tenho pernas a tremer como varas verdes. Depois de descansar um bocadito penso "já está estragado mas vou devagar até ao fim, desistir nem pensar". Quando vou para montar na bicicleta olho para a roda. O travão está encostado à roda "...##$"%"%. Como aconteceu isto? Deve ter sido o elástico que segura os sapatos, ou então alguém deu cacetada na bicicleta no parque. Dê por onde der, tens razão João "É de talocha" LOL.


Enfim...de estragado não passa, mas depois senti-me relativamente bem, mas sem grande força nas pernas...porque será? :)

Como já estava estragado numa das voltas vou a passar pela Vanessa e porque não? Anda daí Vanessa, eu levo-te na roda. Vá miúda, não largues a roda. Boa...

Depois a corrida, foi como deu. Nada de especial.

Prova a não esquecer, pelo menos paa não cometer o mesmo erro.

segunda-feira, 28 de julho de 2008

Esclarecimento...

...a quem leu o post anterior. Não sou eu que corro muito, só havia era 9 participantes no meu grupo de idade :).

domingo, 27 de julho de 2008

Duatlo de Mangualde

Realizou-se ontem o 1º Duatlo de Mangualde.

Como sempre, a mentalidade é: "Duatlo Blaaarrrggggghhhh". Mas quando fui reconhecer o percurso ainda ficou pior...o piso era bastante mau em alguns sítios da bicicleta e não bastando o mau piso nalgumas curvas perigosas, com areia no meio, ainda...Empedrado, coisa que adoro, oh, oh. E com 5 voltas, significa muito empedrado. Enfim, lá terá que ser. Pelo menos tinha umas subidas jeitosas, menos mal :)

A 1ª corrida, como sempre, partida à morte, feito a 3'35 / km, o que para mim é warp 7 (para os amantes do StarTrek), e mesmo assim encontro-me lá para 30º qq coisa. Fogo que este pessoal corre todo muito. Devia haver limite de velocidade numa prova destas...fica já a chamada de atenção aos responsáveis.

Na bina, 1ª volta fraquita, em que me sentia muito cansado da corrida, sem conseguir forçar nada, andando algum tempo na roda (Obrigado José). A partir da 2ª volta, as pernas de ciclismo apareceram e comecei a puxar um bocadito mais, começando a apanhar gente que tinha partido à minha frente e largando aqueles que íam na minha roda. Realmente a subir não há roda que ajude. Mesmo assim o 17º tempo de bina, que pensando que andei sozinho quase a prova toda, não é nada mau e só perdi 20" para a maior parte do pessoal da frente...tirando o Sérgio Silva, que é doutro universo :).

Última corrida...como se pode, a correr à patinho para evitar as caímbras.

Resultado final: Bastante bom para um duatlo. 3º lugar por equipas (desta vez não pontuei :)) e 2º lugar no meu age group (Vice campeão nacional de duatlo do meu age-group...um gajo que não sabe correr LOL)

Ah, a cara de esforço é mesmo real...aquilo dói que nem um raio. Porque é que um gajo continua a fazer isto? Pain is just weakness leaving the body :)

segunda-feira, 21 de julho de 2008

Triatlo Aveiro

Realizou-se ontem o 2º Triatlo de Aveiro a contar para a Taça de Portugal, prova mais importante do calendário Nacional por etapas. Foi disputada (até que enfim), no formato Olímpico (1,5 Km a nadar, 40 Km de bicicleta e 10 Km a correr, para quem não sabe).

Uma prova diferente das outras por várias razões: em primeiro lugar, porque é a única prova olímpica do ano, sem contar com o nacional individual do Estoril; em segundo porque a natação é disputada num canal, com qualquer coisa líquida parecida com água, com locais com correntes frias e quentes, mas igualmente mal cheirosa e mal saborosa no seu percurso inteiro ...arrggghhhh


Correu muito bem, com uma natação ligeiramente trapalhona, em que perdi o grupo onde gostava de estar por volta dos 700 metros por uma estupidez, mas depois a bicicleta a correr muito bem, onde o Rafael e o Nuno ajudaram bastante e ganhámos bastante tempo a quase toda a gente (tanto assim que tive o 2º melhor parcial de bina..fogo)Como sempre houve um grupo de penduras que andou cerca de 40 km a mamar roda..epá façam alguma coisa de útil. Na corrida, fez-seo que se pôde, não perdendo demasiado tempo, mas perdendo um lugar (mais uma vez) para o homem da passada mais curta e rápida do circuito, Sérgio Dias (fogo, mas o bicho faz o 2º tempo da corrida, vai lá vai).

Uma referência para o facto de ser a prova Olímpica de estreia para as 5 raparigas da nossa equipa, tendo todas terminado, o que só pode ser considerado uma estreia em grande para todas. Uma nota especial para a VP, que apesar do medo inicial se conseguiu libertar e fez uma prova ligeiramente abaixo do que podia, percebendo-se perfeitamente, pois não sabia bem o que esperar mais à frente, mas cumprindo plenamente o objectivo definido antes, e com muita cabecinha. Parabéns. Espero qsinceramente que tenhas gostado.





Nota bastante positiva para o fim de semana e para os resultados. 11º individual e 2º por equipas. Nos veteranos, se estivesse lá o Rui era um pódio inteiramente Compeed Tri-Oeste.

quinta-feira, 17 de julho de 2008

Eia pá...

...Um triatlo Olímpico...há quanto tempo...

Venha ele, já neste fim de semana.

Para ver se um gajo esquece tristezas de modalidades que gosta e vê-as ser arrastadas pela lama e atletas por quem se tem algum tipo de admiração e afinal vai-se a ver...enfim...Mais um ano de desilusão, em que ainda não foi desta que se pode dizer "este ano, apesar de haver dúvidas, ninguém foi apanhado".

A questão é...Se o atleta a ou b está dopado e mesmo assim não ganha, será que quer dizer que afinal não era muito bom e os outros são muito melhores, ou será que todos aqueles que estão à frente dele também...pois, se calhar...

É triste, mas é a alta competição, com todos os defeitos. E não é só o ciclismo não. De vez em quando penso "ainda bem que sou uma nódoa, senão ainda era obrigado a tomar qq coisa para ganhar". Assim, nem com um camadão de doping lá ía...

domingo, 6 de julho de 2008

IronMan

Não, não é o filme, mas a prova.

Como já é do conhecimento geral, sou um menino num desporto de Homens, como é facilmente visíve pelo nível dos atletas da minha equipa.

Já lá vão 5 atletas da equipa apurados para o IM Hawai. São eles Sérgio Dias, Hélder Milheiras, Hugo Ribeiro, Luís Diogo Santos e hoje, Rui Rodrigues.

O Rui apurou-se ao classificar-se em 9º lugar do grupo de idade dele...e lesionado. Ep, também quero ter síndroma compartimental assim. Fónix que o homem ía a voar.

Só apetece dizer "eu conheço estes gajos" LOL

Além destes ainda está apurado também um "tal" Sérgio Marques, quase desconhecido em Portugal, a não ser pelo pessoal envolvido no Triatlo, mas conhecido nos states como "The Sérgio". Apenas um dos melhores corredores da actualidade, que, como quase todos os atletas com valor, são desconhecidos em Portugal :(

Boa sorte para todos

segunda-feira, 30 de junho de 2008

Ainda o Homem de Ferro 2008

A prova já está no passado e como tal, dia novo, disposição nova. Serve este texto apenas para dizer algumas coisas que ontem não me lembrei, mas mais do que isso não tinha disposição para dizer...

Em primeiro lugar, pedir desculpa a todos aqueles que me consideraram um favorito...deixei-vos mal...peço-vos as minhas humildes desculpas LOL...palhaços :)

Em segundo lugar e agora num tom sério, registar aqui alguns pontos da prova de ontem.

1. Parabéns ao Krepe por uma prova irrepreensível do início ao fim. Mostrou que claramente foi o melhor atleta do dia. Até deu para mostrar preocupação ao passar com 3 voltas de avanço ou coisa do género. Muito bom. Já não falta muito para o Mundial, mas até lá estarás ainda melhor, tenho a certeza e vais certamente fazer um grande resultado. Ninguém to exige, mas todos gostaríamos que isso acontecesse.

2. Parabéns ao Sedi, pela demonstração que tamanho não é documento. Prova fantástica a partir do momento que colocou o pézinho fora de água. Esse gajo parece um metrónomo a pedalar. Faz-me lembrar o coelhinho da Duracell "and keep on going, and going" LOL. Tive a sorte de pedalar com ele 1 volta do percurso, até que decidi que já chegava, pois corria o risco de nem conseguir correr, quanto mais fazer os km que faltavam. Mas aquilo até deu para me avisar dos perigos que se encontravam À frente, tal e qual faz nos treinos que fazemos juntos. Só foi pena eu não conseguir acompanhar como nos treinos, porque nessa altura quando estou muito cansado vou um bocado à roda e ali na prova não cedi a essa tentação (pensei mas não cedi :))

3. O Sérgio Marques mostrou-me que mesmo quando uma prova não corre como gostaríamos, podemos mostrar a nossa classe enquanto atleta e pessoa. Praticamente parar de correr para saber se outro atleta se sente bem não é para qualquer um, mesmo que já não esteja ali para ganhar nada. Sinceramente, obrigado.

4. O espírito de quase todos os atletas, que vendo um conhecido (na maior parte deles mesmo conhecido, nem sequer amigo) em dificuldades, têm a gentileza e o "fair play" de perguntar se é preciso alguma coisa ou se está tudo bem. Realmente a mentalidade dos atletas de Triatlo (especialmente os de longa distância) devia ser estudado e divulgado, em comparação com o de outras modalidades. Completamente diferente de outras modalidades pelas quais passei.

5. O apoio dos poucos assistentes que estavam no local da prova. A puxar por nós, mesmo aqueles que não nos conhecem (ou se calhar eu não os reconheci, tão cansado que estava). A todos vocês, um muito obrigado.

Só por estas "pequenas" coisas, quase se esquece o esforço que é preciso para estar ali a fazer uma prova daquelas e dá vontade de fazer mais, assim tenha possibilidade.

domingo, 29 de junho de 2008

Pois...



Se nem todas as imagens valem mil palavras, esta certamente vale isso e muito mais.

Mostra como eu nunca conseguiria dizer o meu estado de alma quando acabei a prova do Homem de Ferro 2008.

Até nem começou mal. Na natação saí em 7º e até relativamente perto do 1º, mais perto que estava à espera. Mas tb foi uma natação muito sui generis, em que até metade do percurso dava para ir a andar, correr, fazer golfinhos entre outros...

Depois, na bina correu bem melhor que estava à espera, muito devido também ao Sedi. Um muito obrigado a ele pois ajudou-me bastante a colocar o ritmo durante a 2ª volta. Sozinho tenho grandes dificuldades em impor um ritmo forte. A estrada podia ser melhor, mas enfim...Mesmo assim fiz média de 36, 5 Km/h :0

Mas depois quando saí da bicicleta...mais um pesadelo...este ano tem sido um hábito sim sr. Ao fim de 1,5 Km...caímbras. Parei para alongar...tudo bem, siga. Mas o pior foi a má disposição logo depois. Foram 2 voltas em que a vontade era vomitar, mas depois não conseguia.

À 3ª volta, decidi ir à casa de banho ver se conseguia fazer alguma coisa para melhorar. Depois de uma "rápida" passagem pelo WC mais perto e de um fax de longa distância, a verdade é que melhorou um bocado. Durante 1 volta consegui correr mais ou menos. Na última volta, lá voltou a maldita indisposição.

Sinceramente só acabei devido ao facto de ter desistido em Lisboa e ter prometido a mim mesmo que não ía acontecer o mesmo aqui...nem que fosse a andar até à meta.

Só pensava "HTFU" LOL (só para quem sabe :)). Acabei...objectivo cumprido. Mas soube muito mal mesmo.

Talvez Setembro haja mais...Ou não, vamos ver.

quinta-feira, 26 de junho de 2008

Homem de Ferro 2008

Agora que já me ri o suficiente, vamos a coisas sérias.


Realiza-se já no dia 29 de Junho, a edição deste ano do Homem de Ferro. Em primeiro lugar, penso que se deveria chamar Meio Homem de Ferro, pois é disputado em formato de Half e não de IronMan. Mas como já foi Homem de Ferro, o nome manteve-se. Tudo bem.

Segundo, a confiança não é muita, pois na última tentativa de uma distância destas (1,9 Km nadar, 90 Km de bicicleta e 21 Km a correr) o resultado não foi muito prometedor (desistência :( ). Depois, porque acho que não treinei o suficiente, pois deveria ter deixado de ir a algumas provas do início do mês, para me poder preparar convenientemente para esta. Não o fiz, agora aguenta-te...

Terceiro, e afinal não me ri tudo ainda...num site novo sobre triatlo de Longa distância (http://www.triatlolongo.com/), site esse que é o primeiro do género em Portugal e segue, de alguma forma as linhas de alguns sites estrangeiros especializados em Triatlo de Longa distância, aparece uma sondagem sobre quem irá ganhar esta prova. Estao lá os principais candidatos ao título, pelo menos os portugueses, pois não sei sinceramente se os espanhóis que cá estarão serão de primeira linha, ou não. Pedro Gomes, Sérgio Marques e Sérgio Dias, quanto a mim, os grandes candidatos ao pódio lá estão... Mas depois aparece lá um nome...Alexandre Feliz...quem raio é esse palhaço e porque é que o nome aparece lá, ao lado dos nomes atrás citados?


Será que é o que faz o site e por isso aparece o nome? Será que tem um caso com uma miúda que faça o site? Quem sabe? Mas a realidade é que o nome aparece lá...e ainda por cima tem tantos votos (até ao momento) que o Sérgio Marques. Só pode ser mesmo gozo...sim, porque eu conheço o menino e é gajo para lutar pelo seu escalão (atletas com mais de 35 anos, com mais de 1,5 dioptrias em cada olho, cujo nome começa com um A e cujo apelido é Feliz), agora mais que isso...poupem-me.


Devo dizer que o autor do site, se queria que o site tivesse alguma credibilidade, deu certamente um tiro no pé. A partir de agora vai ser sempre lembrado, como algo do género "o site Trilo disse ah e tal", e depois o outro diz "mas espera lá, não foi esse site que colocou o Alexandre Feliz ao lado do Pedro Gomes ou Sérgio Marques na votação? Ah então não acredito em nada disso"...ah pois é. Nunca mais se vai endireitar meu amigo.

Gozar com os desgraçadinhos não vale, ok? Era quase como dizer, ah e tal quem vai vencer o Euro? e colocar lá Portugal...por amor de D#$%.

A ver vamos...em princípio ventinho e calor ninguém nos tira. Só quero acabar...

quinta-feira, 19 de junho de 2008

Lágrimas...

..de tanto me rir. Ainda não consegui parar AHAHAHAHAHAHAAHHAHA

Quando conseguir parar ainda pode ser que escreva alguma coisa de jeito...mas tenho impressão que ainda vai demorar uns dias.AHAHAHAHAHAHAHAHAH

domingo, 15 de junho de 2008

25º Triatlo Peniche

Onde tudo começou..em Portugal.

É verdade, realizou-se neste fim de semana, o 25º Triatlo de Peniche, a comemorar o local onde apareceu o Triatlo em Portugal. Tudo esteva preparado para uma festa, 240 atletas, Campeonato Nacional de Clubes, até o tempinho maravilhoso.

Fiasco...

Até nem começou mal, a natação correu de acordo com o esperado, saí com o Rui Rodrigues, portanto estava bem. Formou-se um grupo e mal saímos do parque e chegamnos ao local onde passaríamos 3 vezes, passo para a frente do grupo a dizer "vamos lá pôr isto a mexer, temos um grupo já ali à frente"...ninguém seguiu e fico com avanço de 20 metros. Epá, muito cedo para ficar sozinho...esperei, até porque a equipa estava bem posicionada, tanto em Séniores como em Veteranos.

Ainda na 1ª volta, o Rui Rodrigues toma a dianteira e ninguém segue. penso para mim "não sou eu que o vou apanhar, de certeza, é da minha equipa, portanto deixa ir". Ninguém o vai buscar...Salto também do grupo e apanho-o. Começamos a tentar fugir, mas sinsceramente não me sinto muito forte e não consigo ajudar quase nada. Desculpa lá Rui.

Foram 3 voltas em que fomos ganhando tempo ao grupo da frente, mas que podia ter sido muito mais se o pessoal tivesse colaborado. Apanhámos o grupo mesmo à chegada do Parque de transição.

Saída para a corrida bastante rápida e estou logo atrás do Caldeirão, uma das referências, por ser um excelente sénior. Consigo-me colar a ele, mas quando lá chego vou completamente a bufar..."deixa-me ir aqui um bocadinho a tentar descansar qq coisa". Quando ele me vê, vira-se para mim "vai-te embora"...ganho coragem (mais do que força, pois tinha medo de rebentar) e lá vou eu. E não é que me sentia relativamente bem e consigo mesmo ir embora e ir buscar ainda mais 2 atletas júniores. Estou abismado comigo mesmo :).

Mas aqui começa tudo a complicar-se..."quem já fez 3 voltas, para a meta", diziam os membros da organização. Ao fim de 3 voltas, lá viro eu para a meta e faço um forcing final. Quando lá chego abaixo, começo a ver pessoal a voltar para trás. "Mais uma volta" diz a organização...e eu penso "que raio de volta?"...e lá vou eu dar uma volta sem saber qual. Aquilo Às tantas era um não parar de gente a abrir os braços, em sentido contrário...um espectáculo.., se não me encontrasse no meio daquilo. Quando finalmente acabo mais uma volta, vejo que, em vez da 20º posição ou coisa parecida, já estão uns 40 ou 50 atletas na meta. Grande parte deles tinham feito uma volta a menos que eu.

Eu que nem sou muito de dizer asneiras, fiz a última recta aos berros com a organização, a amaldiçoar e provavelmente a dizer uns palavrões para quem quisesse ouvir.

No fim, decidiram contar os tempos à saída do parque anulando a corrida.

Realmente uma grande desilusão por vários factores:
- 1º, porque era um acotnecimento importante. O aniversário do nascimento do Triatlo em Portugal
- 2º, porque era campeonato Nacional de Clubes
- 3º, porque andam a gozar com o esforço de uma pessoa, que corre uns 20 minutos para nada.

A verdade é que seríamos campeões nacionais de Séniores e de Veteranos e ficaríamos ainda em 3º lugar em Séniores Femininos. Assim, chapéu...nada feito e agora não se sabe quando será o Campeonato e se teremos equipa para tentar lutar pela vitória outra vez, ou se o dia vai correr como este tinha corrido.

Enfim...uma desilusão. Venha o próximo.

quarta-feira, 11 de junho de 2008

Que Raio?

Sou só eu, ou há alguma coisa que não bate certo?

O direito a greve é universal e irrenunciável (se considerarmos o universo aqui o nosso cantinho chamado Portugal), como diz a lei da greve (lei nº65/77 de 26 de Agosto).

Em princípio, Concordo que se faça greve para lutar por melhores condições de trabalho e melhores salários, como aliás todos nós gostaríamos de ter. Agora, fazer da greve uma imposição para todos aqueles que, sendo do mesmo ramo, não a querem exercer começa a parecer-me errado.

Segundo penso saber (alguém que me corrija se faz favor, se eu estiver errado), um qualquer civil não pode parar um camião para exigir saber que tipo de mercadoria transporta. Só falta mesmo mandá-lo parar e pedir livrete e carta de condução. Essa função é das autoridades competentes para tal. Quem sou eu para obrigar (sim, obrigar, porque é disso que se trata) um colega de trabalho a não desempenhar a sua função só porque estou de greve?

Já aconteceu várias vezes fazer greve e não me vêem à porta da Escola a impedir quem quer que seja de entrar na mesma, ou melhor ainda fechar uma porrada de alunos e ameaçá-los de fome enquanto não me aumentarem o salário para o equivalente de um qualquer jogados da bola, que tem menos habilitações no corpo inteiro que eu tenho na unha do meu mindinho esquerdo(e se o meu mindinho é pequenino).

Em que raio de país estamos que uns quantos ameaçam e chegam mesmo a incendiar camiões só porque não estão de acordo com a sua posição? E ninguém sofre consequências? Pelos vistos a sensação de impunidade está a passar daqueles que estamos habituados a odiar (políticos e afins) para todos os outros. Parece-me muito grave.

cito:"Artigo 4º Piquetes de greve
A associação sindical ou a comissão de greve podem organizar piquetes para desenvolver actividades tendentes a persuadir os trabalhadores a aderirem à greve, por meios pacíficos, sem prejuízo do reconhecimento da liberdade de trabalho dos não aderentes. "

Está a ser respeitado? Não.

Mais:"Artigo 8ºObrigações durante a greve
1 – Nas empresas ou estabelecimentos que se destinem à satisfação de necessidades sociais impreteríveis ficam as associações sindicais e os trabalhadores obrigados a assegurar, durante a greve, a prestação dos serviços mínimos indispensáveis para ocorrer à satisfação daquelas necessidades.
2 – Para efeitos do disposto no número anterior, consideram-se empresas ou estabelecimentos que se destinam à satisfação de necessidades sociais impreteríveis os que se integram, nomeadamente, em alguns dos seguintes sectores:
a) Correios e telecomunicações;b) Serviços médicos, hospitalares e medicamentosos;c) Salubridade pública, incluindo a realização de funerais;d) Serviços de energia e minas, incluindo o abastecimento de combustíveis;e) Abastecimento de águas;f) Bombeiros;g) Transportes, cargas e descargas de animais e de géneros alimentares deterioráveis;"

Está a ser respeitado? Claro que não.

Mas afinal o que é isto? Greve? Quando não respeita a lei da greve? Parece-me mais chantagem ou outro qualquer acto criminoso.

Podemos ter toda a razão do mundo, e não ponho em causa a razão de quem está em luta, mas a partir do momento em que não respeitamos as leis e os direitos dos outros estamos a cometer ilegalidades e perdemos a razão.

E não, nem me chateia muito não ter combustível, pois moro a 50 metros do trabalho, mas considero que deixa estragar comida quando tanta gente morre à fome e o país está em recessão nao é a melhor forma de defender os nossos interesses mas sim um acto cobarde e criminoso.

terça-feira, 10 de junho de 2008

Treino em Abrantes

Realizou-se hoje, o que pode ser considerado o 2º treino longo da Chamusca, ou então não, porque foi em Abrantes no local do Triatlo Longo de Abrantes, a realizar no dia 29 de Junho deste ano.

Em primeiro lugar, o tempo estava um espanto. Temperatura altita e só um bocadito de vento a chatear o pessoal, mas para o fim até sabia bem.

Em segundo lugar a estrada na qual se vai realizar a prova é uma treta...mesmo. Tenho a impressão que vi lá um bocadito de estrada boa no meio daquela estrada toda rasgada . Não havia estrada pior para escolher, não?

Bom dia de convívio, com a presença de uns 20 atletas, sendo que 2 eram babes :).

Frases do dia: "Temos que passar ao pé dos pilares da ponte? Há lá bichos" e "Passem vocês primeiro. Não, a sério, passem vocês primeiro" LOL

Epá, partindo do princípio que havia lá bichos (além dos que estavam vestidos de fato de borracha), para te fazerem mal, têm que te apanhar primeiro e tu nadas mais rápido que os gajos´...sem medos LOL

domingo, 8 de junho de 2008

Triatlo Oeiras

Disputou-se hoje o Triatlo Oeiras, com um sol maravilhoso, a fazer-nos pensar que estamos em Junho...ai espera, estamos mesmo. Não parecia há uns dias atrás mas estamos mesmo.

Cerca de 270 na prova principal e mais uns 110 na prova pequena. Muita gente para o que se está habituado.

Partida dada, uma confusão...tudo a correr. Mas eu, que gosto pouco de confusão pus-me a um cantinho para n chatear ninguém- à minha frente partiu o Krepe...vou tentar ir com ele...nah, a prova n tem só 20 metros, portanto é melhor não :). Mas ficar na ponta foi bem pensado...evitei a confusão maior..pois, mas se calhar não tanto, pois quando dei por mim tinha derivado para a direita e estava a uns bons 50 metros do molhão do people todo...enfim, lá vou eu.

Saída da água...quem está à minha volta. Mais ou menos os habituais, mas anda de Rui e Tiago, que era quem eu queria..Buahhh

Bem, mas pelo menos estava o Lino logo ali à frente. primeiros 4 Km da bina à morte a tentar apanhar o lino e o Rui, com ajuda do Marco. Lá chegámos e deixa descansar um bocado. Mas n me sentia muito bem e não deu para puxar quase nada. Desculpem lá qq coisa.

Corrida...o normal. A tentar n ser apanhado por ninguém. Objectivo cumprido. mesmo assim ainda passei 3. Nada mau.

Individualmente em 18º lugar. Por equipas masculinas 2º lugar e femininos um excelente 4º lugar. Muito bem meninas, grande prova. Apetece dizer...Sou eu que dou treino àquela menina :) - 1º lugar do escalão. Muito bem. Parabéns.

Para a semana há mais...Peniche. Os 25 anos. A ver vamos se corre um bocadinho melhor. Não era mal visto.

Entretanto, nesta 3ª feira vai haver um treino de longa distância marcado em cima do joelho, na zona de Abrantes.

quarta-feira, 4 de junho de 2008

Aquatlo Escolar

Realizou-se ontem o 5º aquatlo Escolar da Escola Secundária de Montejunto, que pelo 2º ano consecutivo conta com a participação também da Escola Básica do Cadaval.

Este ano participaram 94 atletas, desde o 7º ao 12º ano. Como este tipo de actividades ainda é visto como sendo uma "grande canseira" (respota de um aluno quando o tentei convencer a fazer a prova toda), a maior parte deles participou em estafeta, havendo apenas 11 alunos a participar como individuais, ou seja, a fazer a prova na totalidade, 100/200m de natação e cerca de 1000m/1500m a correr para básico/secundário. Não é um recorde, mas enfim...

Mas o que distinguiu esta prova da dos anos anteriores foram as presenças dos atletas convidados: Sérgio Marques, Pedro Gomes e Vanessa Pereira.

Os dois primeiros são referencias pessoas, especialmente em triatlos longos e são, claramente e sem dúvida, os melhores no triatlo longo em Portugal. Basta dizer que nos últimos 3 anos, os dois dominam as vitórias na prova do Homem de Ferro (ou aquilo será campeonato nacional longo? Nunca sei, mas tb não é importante, o que interessa sim é que eles ganharam as últimas 3 edições...corrijam-me se estiver enganado, pois não tive tempo de confirmar isto).

Já em relação à Vanessa, foi um voltar atrás no tempo, em que ela ainda era aluna da Escola e, pobre coitada, minha aluna durante 3 anos. Se falarem com ela e não vos parecer muito normal, peço-vos desde já desculpa, mas grande parte da culpa deve ser minha. Não é fácil ser minha aluna 3 anos sem ficar com cicatrizes para o resto da vida LOL. Na verdade, já não a encaro como uma ex-aluna, mas sim como uma boa amiga e colega de equipa. Mas mais do que isso, foi o trazer um bom exemplo a uma escola que, infelizmente não tem muito disso. Mostrar aos alunos desta escola que alguns dos ex-colegas deles (e por conseguinte eles, daqui a uns tempos) podem ser referências e modelos a seguir.

Portanto, aos 3, um muito obrigado, por terem "perdido" do vosso tempo (que sei que é bastante ocupado) para darem aos "chavalos" um dia diferente, em que tiveram a hipótese de conhecer, ou ver em acção atletas, que de outra forma, muito provavelmente nunca teriam a hipótese de ver.

Ah...e à vossa conta, vou andar a comer massa com atum durante 2 semanas LOL

(Só não coloco imagens, porque não pedi autorização aos visados...não é que tenha muitas, pois tb participei...ai não :))

domingo, 1 de junho de 2008

Só pode...

O preço da gasosa baixou???

É que vi tanta gente nas ruas de Lisboa hoje à tarde e pareciam tão contentes que só pode mesmo ter sido alguma coisa realmente importante para as nossas vidas.

sábado, 31 de maio de 2008

Será a subir????


Não sei, mas parece. Foge...

quarta-feira, 21 de maio de 2008

Pelos vistos a culpa não foi do capacete...

...foi mais da carga.

Não deixa de ser triste, especialmente por ter morrido um jovem, mas a verdade é que isto muda todos os contornos da situação.

Apesar de tudo deixa-me mais aliviado, porque não será desta forma que, nem eu nem as pessoas que falava na outra posta, iremos. Uma coisa era um acidente numa prova, uma queda mal dada, um capacete defeituoso, que todos nós estamos sujeitos.

Outra coisa completamente diferente é um atleta morrer em cima da bicicleta devido a "foul play". E lembro-me de há uns anos atrás, um outro ciclista português ter morrido durante um treino.

Volto a dizer, continua a ser muito triste, pois geralmente quem paga é o elo mais fraco, ou seja o atleta. Quantos deles saberão o que tomam ou deixam de tomar? "Toma este comprimido que são vitaminas". E os médicos são os elementos melhor pagos de uma equipa? São eles que correm..ou que fazem correr?

Esperemos por mais notícias...pelo menos uma coisa é certa...nisto Portugal não está na cauda da Europa :(

domingo, 18 de maio de 2008

Vamos à bola

Não gosto de falar de Futebol. Especialmente porque toda a gente fala e toda a gente parece que sabe do que fala. Ou então são como o outro "quanto maior a mentira, mais gente acredita nela".

E não gosto também de falar de Futebol, porque ele nos entra pela casa a dentro, seja nas "notícias de Desporto" (que são afinal "notícias da bola"), seja nos boletins noticiários (que abrem com a bola). Ainda agora num canal de televisão, um apresentador ou comentador, ou seja lá o que aquele senhor era, disse, com um tom orgulhoso, "vamos agora ter 5 horas de transmissão da Taça de Portugal". Espera lá...um jogo não tem 2 partes de 45 minutos? Na minha terra isso dá 1H30m. Pronto vá, com intervalos e apresentação vamos para as 2h. Mas 5h? Como se enche tanto chouriço? "e agora, o jogador x vai à casa de banho, vamos ver se ele lava as mãos", "levantou-se, abriu o jornal, está a passear", tudo é "notícia"...enfim. O Povão gosta é disto.

Mas hoje tenho mesmo que falar da bola, devido a uma entrevista de ontem.

Um Jogador está magoado e triste pois o Seleccionador não o convocou...buahhh, chuif, chuif. Pobres meninos. Só porque vão lá de vez em quando dar uns toques na bola, pensam que podem exigir ser convocados sempre. É como nas salas de cinema (há que tempos que lá não vou), alguns têm lugares marcados. É preciso lata, hein?

Como se pudesse exigir alguma coisa. Se fizesse o seu trabalhinho e deixasse os outros fazerem os deles. E depois esta porra passa na TV como se fosse importante. "Ah e tal, ele prometeu-me". Parece a amante de um gajo quando ele prometeu deixar a mulher por ela (não é que eu saiba nada acerca disto, ok?).

Quantos jogadores há em Portugal? Não faço a mínima...mas lugares na selecção quantos há? Também não faço a mínima, mas sei que são muito menos. Então muita gente tem qe ficar de fora, ou não? Dahhh...ie não entrevistam todos os outros porquê? Não vi nenhuma entrevista de nenhum jogador desse ícone do Futebol Nacional, o 1º de Maio de Agualva. Nenhum jogador desse clube foi seleccionado? Porque não, pergunto eu? Vá entrevistem esses jogadores também.

Eu também gostava de ir à selecção do guelas, mas a mim não me entrevistam quando existe um campeonato do guelas mesmo aí à porta e não sou convocado.

"Mas acha que é uma injustiça?". Resposta brilhante "Não direi que é uma injustiça...é uma grande injustiça". Além disto ser tudo uma parvoíce, o menino ainda é burro para cachorro...Fosga-se que não há paciência.

segunda-feira, 12 de maio de 2008

Morte no ciclismo

http://http://ww1.rtp.pt/desporto/index.php?headline=37&visual=17&article=149826&tema=21

Morreu ontem um Ciclista chamado Bruno Neves. Não está em causa a sua qualidade, não é disso que trata esta mensagem. era um excelente ciclista, mas para o caso nada interessa. Fazia todos os dias exatamente aquilo que também eu e algumas pessoas que conheço e muito gosto fazem muitas vezes.

Não o conhecia pessoalmente, apenas de nome. No entanto, este acontecimento toca-me bastante, pois é relacionado com uma actividade que é um hobbie que tenho e que muito gosto.

quando saio de casa pra dar uma volta, seja para passear, seja para treinar nunca penso no que pode acontecer e ainda bem, acho eu, pois se calhar não saíria tantas vezes.

Ou porque alguns condutores não têm qq tipo de respeito por quem vai em cima da bicicleta, ou porque pode acontecer algum problema mecânico que leve a uma queda, ou apenas por um azar qq.

Se quando é com alguém que não conhecemos já ficamos meio atordoados, não quero imaginar sequer como é com alguém que conhecemos. Nestas situações, é quando penso, não propriamente em mim, mas naquelas pessoas que já influenciei para pegarem nas suas bicicletas e irem dar umas voltas e naquelas que, provavelmente, ainda irei tentar influenciar. Será que não as estou a colocar em riscos desnecessários? Espero sinceramente que não. Não gostaria de ser minimamente responsável por algo que lhes poderia acontecer.

Apesar de não conhecer este atleta que agora morreu, fico realmente triste...não foi "apenas" mais uma pessoa que morreu, mas uma que revelou os perigos que também eu corro muitas vezes, sempre que me monto numa bicicleta.

domingo, 11 de maio de 2008

Europeu

Ontem foram os elites e hoje foram os toscos :)...mais conhecidos por age-groups, ou amadores, ou seja, eu (e mais 800 de várias nacionalidades Europeias...se calhar por isso se chama Europeu!!).


Nos elites, as prestações foram bastante boas. A Vanessa sagrou-se pentacampeã, a Anais ficou em 3º lugar e o João Silva em 2º. Epá, foi por isto...faltou-lhe mesmo um danoninho. A última curva foi a responsável, o João não a terá feito da melhor forma e por isso perdeu ali umas fracções de segundo que vieram a ser importantes. A diferença foi de 0,1s...impressionante.

Nos amadores, as coisas também correram bastante bem. 1 campeão Europeu (Rui Rodrigues, dos 40 aos 44 anos...da minha equipa - Grande Rui - Parabéns), 2 vice campeões (David Caldeirão no meu escalão, 35-39 e Diogo Custódio, dos 18 aos 19 anos) e um terceiro lugar (Tiago Lobo, dos 30 aos 34 anos, mas uma vez do Tri-Oeste). E o Sedi ficou mesmo à porta de uma medalha ao ficar em 4º lugar. Isso é que era.

Ainda n sei a minha classificação, mas não terá sido nada de especial, pois a única coisa que até correu relativamente bem foi a natação que é a que conta menos :(. Na bicicleta senti-me menos forte claramente que no longo de Lisboa de há 2 semanas e na corrida foi apenas a tentar não ter caímbras e especialmente para que não aparecesse a dor nos isqueotibiais outra vez. Ela ainda apareceu, mas controlou-se, desta vez.


Para a próxima é melhor (ou não).

Agora, aproveito para descansar uma semanita, para tentar recuperar das mazelas, para depois começar para Abrantes...A vingança (espero eu)

sexta-feira, 9 de maio de 2008

Fim de Semana do Europeu

Já está aí à porta...e continuo a não me sentir bem..não em baixo de forma, mas com asma. Não proprimente grave, mas o suficiente para irritar.

Não há-de ser nada. O objectivo é mesmo acabar...nem que seja a andar, hei-de acabar.

Mas vai ser giro. Um fim de semana diferente.

Vamos ver se alguns tugas ganham medalhas.

Aposto nos mais novos, por várias razões...1ª a maior parte dos grandes atletas dessa idade estão nos elites, 2ª é a idade em que os jovens ainda vivem à conta dos pais e portanto não serão muitos que se deslocarão a Portugal e 3º são só un 15 atletas e 10 são Portugueses :0, portanto as probabilidades são elevadas.

No entanto, nos outros escalões temos bons atletas, nomeadamente o Rui Rodrigues, no escalão 40-44 (apesar de parecer ter 20 anos :), brincadeira ontem na recepção do kit), o David Caldeirão nos 35-39 (o meu). É pena o percurso ser tão rápido e sem grandes dificuldades, pois de outra forma, se calhar o Sedi ainda tinha uma palavra a dizer. Assim, acho difícil, mas vai ser uma prova de trás para a frente.

Na verdade, não tenho idéia do nível dos estrangeiros. Esperemos que seja elevado, pois o espectáculo só tem a ganhar com isso. E só espero mesmo que não haja um festival de drafting. Ganhem juízo e aceitem as vossas limitações. Eu aceito.

No elites, era giro a Vanessa sagrar-se Pentacampeã Europeia e o João Silva fazer um brilharete.

Força Tugas

domingo, 4 de maio de 2008

Ninguém quer comprar uma asma, não?

Já não bastava a desistência da semana passada, ainda tinha que aparecer a minha amiga...a ASMA.

Sempre que fico constipado, na parte final, ou seja, quando os outros sintomas estão a desaparecer, fico sempre com ataques de asma. Não é nada de muito grave, mas é extremamente debilitante. Qualquer pequeno esforço se transforma numa prova. Sabem como se sentem quando faltam 2 km para acabar e um adversário está no vosso encalço e se pensa "tenho que aguentar, este gajo não me pode apanhar"? Pois, o esforço para respirar não está muito longe disso.

Até para as tarefas do dia a dia, como é o caso de aspirar a casa (não é que eu aspire, apenas ouvi dizer. Sim porque macho que é macho não aspira), obriga a um esforço extra e provavelmente uma bombada de Salbutamol :(

Enfim, se a cabeça já não andava bem, agora então afundou completamente, depois de 3 dias sem conseguir fazer nadinha...isto vai de mal a pior.

Ninguém quer comprar uma asm, não? É que vendo baratinho...

quinta-feira, 1 de maio de 2008

Ainda o Triatlo de Lisboa

Pois é, gajos famosos são assim. Até apareço no vídeo oficial do Triatlo Internacional de Lisboa. Ao 1'28".

Podiam ter-me filmado no meu razoável segmento de Natação, podiam ter-me filmado no meu melhor do que esperado segmento de ciclismo, mas nããããããoooooo...Filmaram-me agarrado a um poste, a tentar alongar o que eu imaginei serem caímbras na alura. Não eram :(

Na realidade estava a fazer um teste que um amigo meu, que é arquitecto, me pediu. Testar a resistência dos postes do Parque das Nações. Não são maus não sr.

Enfim, pode ser que para o ano haja mais...e melhor já agora.

sábado, 26 de abril de 2008

Longo de Lisboa II - A prova

V...E..R...G...O...N...H...O...S...O

É como posso classificar o que se passou drante a prova. Festival de Drafting...Não, não é drifting...DRAFTING, mesmo.

Aquilo parecia um autêntico sprint. Epá, se gostam tanto de andar na roda, porque é que não fazem só sprints...Houve lá pessoal, que se tivesse travado forte, era empalado pelo nariz do menino que ía atrás.

Vamos chamar as coisas pleos nomes. Do pessoal que eu conheço (portugueses), dos 5 que vi, porque íam perto de mim, apenas 1 não participou nessa brincadera. E não é por ser da minha equipa, mas o Rui Rodrigues é um SENHOR.

De resto, que vergonha meus senhores. E não tenhamos medo dos nomes...Marco, Nuno, rafael (bem menos) e mário (como já não entrava em triatlos há muito tempo desculpa-se qq coisa). O Mello deve ter feito uns 83 Km na roda. Nos outros dois foi quando a mota se aproximava e apitava. Quando a moa ía embora, até dava para sprintar para apanhar outra vez a roda.

O principal problema deste pessoal não deve ser "Estou cansado, será que vou ter alguma força apra a corrida?". É certamente "quando virá a mota para eu disfarçar que não ía na roda?" ou "será que a mota vai-me obrigar a sair do grupo?".

Enfim, as acções ficam com cada qual, mas entristece-me que haja pessoal que faz de tudo para ganhar uns lugarzitos "ah e tal, os outros também vão"...ouve lá, se os gajos se atirarem para o mar também vais? E ainda por cima, se andassem a discutir os lugares da frente ainda vai, agora para não ficar em 60º mas sim em 40º ou coisa que o valha...uau, grande vitória.

Afinal quero pedir desculpa por me lamentar e vez em quando que não corro bem ou que não ando bem de bicicleta. Na verdade devo andar muito bem, pois acabei a bina ao pé deste pessoal, sem sequer ter andado na roda...

2 motas para 600 manos?? Parece-me pouco, não? E os cartões eram só para Inglês ver, certamente.

Ai, Ai..que tristeza. VERGONHOSO, repito.

Longo de Lisboa I - A desilusão

E grande. Como já tinha dito não me estava a sentir bem e o dia começou com um maus indicador. Enquanto boiava a fazer pernas de bruços sentia a parte posterior da coxa meio presa. "não é nada, com o aquecimento isto vai lá", pensei eu.


A natação até nem correu mal e saí mais ou menos onde pensava. Na bicicleta senti-me bastante bem e, ao contrário dos anos anteriores consegui fazer uma prova regular sem perder grandemente na parte final. Média de 37,8 Km/h. Muito bom mesmo.


O pior veio na corrida. Ao contrário do que pensava não levei com a marreta com caímbras ou qq coisa d género, mas sim uma dor aguda na parte posterior da coxa, logo abaixo dos glúteos. Ainda tentei continuar a correr, mas cada vez que pisava o chão parecia uma qq naifa dum indígena de Mira Sintra ou da Cova da Moura. Desistência. Que grande desilusão. Mas com o Europeu a 2 semanas e ainda na 1ª volta de corrida não havia hipótese mais lógica.


17 Km a andar é muito Quilómetro.


Enfim, agora só tenho que pensar em recuperar o mais depressa possível e voltar a treinar. Mas a vontade, neste moento, não é muita, pois só de pensar no tempo utilizado para treinar para esta e no resultado, um gajo pergunta-se..."O que ando aqui a fazer?"


A ver vamos
Imagem do dia...Infelizmente

quinta-feira, 24 de abril de 2008

Está Gorda!!!!


Parece uma Baleia :)

domingo, 20 de abril de 2008

Que F&%$# da P$%# de tempo

Eu até me queixo de as barragens terem pouca água, de não se ter água no Verão, porque pouco choveu no Inverno, mas fosga-se que isto é demais. Vai lá chover para as barragens ou para os campos agrícolas onde a chuva é precisa, não precisas é de cair todo o santo dia onde eu estou, pois não?

Vai ser bonito vai...Para a semana o Triatlo longo de Lisboa. Não é que se fosse fazer muito este fim de semana, pois o (pouco) que havia a fazer estava feito, mas psicológicamente é demolidor. Um gajo quer sair A rua para ir dar uma volta de bina e habituar-se à posição de contra relógio, que a prática não é muita e pensa para aí umas 300 vezes e depois decide ficar a fazer rolos, pois antes de se montar na porcaria (gosto muito de ti Isa, não é pessoal, ok?) da bicicleta já está todo encharcado.

Mas verdade seja dita, mesmo que estivese bom tempo, vai ser o ano em que estou menos treinado para este tipo de provas, pois com as provas todas nos fins de semana anteriores não houve realmente tempo para preparar esta prova. Enfim, vai ser como for...um empeno do camandro.

Depois dou notícias...

quarta-feira, 16 de abril de 2008

Apresento-vos...












...O Miguel (vamos chamar-lhe assim para não comprometer a sua verdadeira identidade).

O que salta à vista é que é abonado como o pai (pelo menos o marido da mãe)...mas agora que penso bem, ser comparado com um chaval de 15 semanas que deve medir para aí uns 10 cm de altura e correspondente tamanho de ... umhhh...comparação que não me elogia. Esqueçam.

O gajo estava envergonhado, mas depois de a obstetra falar de mansinho com ele lá se mostrou...pequenino mas esperto...

segunda-feira, 14 de abril de 2008

Sonha não custa

Para começar...Parabéns aos tugas que conseguiram a qualificação para o IM Hawai. Sedi, Migalhas e GGHR vocês são os meus novos Heróis. Quase super-heróis, pois voaram baixinho :). E não, não é a brincar com a altura do Sedi...Não é um atleta grande, mas é um grande atleta...3h08m na maratona? Fosga-se. Eu treino com este gajo de vez em quando. Isto não se transmite por proximidade, não?

Ao acompanhar a prova na net, dava mesmo vontade de lá estar também. Nem que fosse apenas para aplaudir e comemorar convosco.

Pode ser que qualquer dia, quem sabe... Nem que seja no Age group de 60-64 LOL

Pelo menos posso dizer..."eu sou colega de equipa destes meninos", ou "eu até ganho em algumas provas a estes animais". Compeed Tri-Oeste RULES

Agora já não precisam sonhar com o Hawai...eu continuo :(

domingo, 13 de abril de 2008

Domingo à tarde

Passado sentado, com o computador ao colo, a acompanhar os tugas, Sérgio D., Sérgio M., Migalhas, Hugo e Codinha a sofrerem no IronMan Arizona...Força aí miúdos.

Pedrogão Grande

Numa palavra..."bué da frio"

Para já o tempo estava manhoso, com um bocadito de vento e nublado, o que causou logo alguma apreensão quando estavamos parados, vestidos e a tremer de frio. Só imaginava "fazer a prova naquele fatinho que pouco esconde? Fogo"

Quando fomos aquecer (ou melhor arrefecer ainda mais) para a água, caiu tudo ao chão...Água a 14º. Quem pôs lá os cubos de gelo? Liguem lá a porra do esquentador, sff. Quando partiu nem percebi se estava a nadar bem ou não pois nem sentia braços. Queixos descobri que tinha na 2ª bóia...quando alguém me deu uma pancada nos mesmos! Mas vinguei-me e apliquei duas cacetadas de braço esquerdo. Não sei se foi à mesma pessoa, mas por uns pagam os outros. Na realidade isto só aconteceu porque se eu já não consigo dobrar o brao esquerdo na recuperação, completamente congelado, firme e hirto que nem uma barra de ferro, tudo o que estivesse num raio de 50 cm (tamanho de anão do meu braço)era literalmente varrido (desculpem pesoal, foi sem querer, apenas falta de jeito).

Felizmente consegui sair lá de dentro e veio a bicicleta, percurso mais selectivo do que o normal com vária subidas. Senti-me bem, muito bem. Fui apanhar logo ao início um grupo, levando um chamusquense na roda e depois de descansar um bocadinho comecei a ajudar. Agora, a minha dúvida é...será que sou eu que estou forte e só o Rafael teve capacidade de me ajudar, ou os outros estavam todos na mama?? Vou mais para a 2ª hipótese, mas obrigado pessoal por aumentar a minha auto-estima. Mas para a próxima ajudem lá um bocadinho.

3ª round - Corrida. Mais um arrastanço, desta vez um bocadinho melhor. O Alcino passou por mim que parecia que ía tirar alguém da força. Mas se ía chegou lá a tempo...fez o melhor parcial. Fogo, que o veteranoo corre, mas corre. Com enganos à mistura foi um bocado esquisito, ninguém sabia o percurso e o mesmo estava muito mal indicado. Enfim... Mais uma.

No mei disto tudo, a Maria andou feita doida de um lado para o outro preocupada em tirar fotos ao pessoal, a falar com bófias a tentar-lhes dar a volta, entre outras coisas. Depois não admira que sintas pontadas. O puto quer-te acompanhar e já começou a correr aí dentro, ó tansa.

Ficámos em 6º por equpas, pois estávamos desfalcados, mas valeu o esforço pessoal.

Nota pessoal: Vistes? Vistes? (sim eu sei que é viste, mas assim fica mais brega, não sejam chatos) Objectivo cumprido...prueba superada (já não és dessa altura, mas tudo bem). Ao fim de apenas 3 provas já temos que arranjar outro objectivo. Bom trabalho. Mais um pouco e congelavas no fim da prova.

Freguês que se segue...Longo de Lisboa daqui a 2 semanas. Bring it on.

quarta-feira, 9 de abril de 2008

Fechem as janelas, se faz favor

Sim, porque anda por aqui uma corrente de ar que não se pode.

Isto de andar 2h30 contra o vento tem muito que se lhe diga...uma coisa é certa...cansa como o camandro. estava a ver que não chegava a casa e a corrida posterior, minha nossa. Pareceram, no mínimo, 33 minutos quando foram apenas 32. Fogo, que custou.

Mas tudo é melhor a fazer metade do tempo dentro de casa...arrrrgggghhhhhh

Sábado vou estar bonito vou, mas também não é esse o objectivo, se bem que gostava de estar em condições, pois a equipa está desfalcada (sempre quis utilizar esta palavra)

domingo, 6 de abril de 2008

Alpiarça-Santarém

Mais um triatlo...Este parecia uma batalha campal...3 feridos (pelo menos conhecidos), todos com alguma gravidade.

Um ombro deslocado, um dedo do pé partido e um cromado seriamente danificado.

Eu só tenho para contar um pontapé nos queixos e um bro que me quis sacar os óculos. Devia gostar da marca ou da cor. mas eu dei luta e ele não conseguiu levá-los. Toma que é para aprenderes.:)

Mas foi uma prova engraçada...rolar até mais não, até à subida para Santarém.

Frase do dia "Eles estão já ali à frente", "entao vem ajudar a puxar, olha que porra"

Realmente há sempre pessoal disposto a divertir os outros. A puxar nem tanto, mas a divertir sim. E depois outro que ainda nem o tinha visto no grupo decidiu atacar na subida a ver se deixava o pessoal para trás. "Ah e tal, a rolar tem que puxar os que são fortes". Já olharam bem para mim, não? Forte que nem um touro...oh, oh. Há cada um que parece dois.

Infelizmente perdi o grupo de eleição...e desta vez por muito. A natação até parecia estar a correr bem, até entrar no parque e ver...o Rui a sair do Parque...BUAHHHH.

Enfim, nem todos os dias pode correr bem. Mas depois ainda aparceu o Luís que ajudou à brava e mais 2 ou 3.

Chato, Chato, foi entrar no parque e ver o Luís dar um grande tralho mesmo à minha frente e eu quase passar por cima dele. Felizmente ainda conseguiu acabar a prova. Mas infelizmente o resultado não foi bom - dedo do pé partido e 3 semanas de baixa :(

A corrida foi como deu. Nos últimos 300 metros fui passado por 4!!

Está feito. Venha Pedrogão e de preferência sem tantos acontecimentos tristes.

segunda-feira, 31 de março de 2008

Quarteira

O Primeiro triatlo da época...Bastante bom.

Finalmente começou a época de triatlos, não que fique muito melhor classificado que duatlos, mas "it´s another ball game" para mim. Muit mais gozo, apesar de a parte da natação ser demasiado física para o meu gosto.

Há pessoal que, para eles, a melhor linha para as bóias é andar aos zig zagues e aos encontrões a tudo o que se mexa. Bem giro, hein?

Pelo sim, pelo não, dei a volta exterior pelas bóias, poque parecia que mesmo em linha recta era saco de pancada, portanto decidi evitar a confusão do interior das bóias.

Ao sair, vi que estava com o Rodrigues e o Lobo (objectivo inicial, está-se :)). Saí do parque o mais rápido que pude para não os perder...espanto...estou à frente deles, um bom bocado.

Em quarteira, como é normal, os grupos eram bastante grandes, portanto não deu para fazer grandes diferenças, mas podia-se ter feito melhor. Mesmo assim, senti-me bastante bem na bike e ainda deu para dar uma ajudinha à equipa, apesar de não ter resultado em pleno, pois o Lobo perdeu o grup um bocadinho mais à frente, mas soube bem conseguir ficar ligeiramente para trás e conseguir recolar com alguma facilidade.

Depois na corrida, uma valente dor de estômago apenas me permitiu começar a correr ao meu nível a partir do meio da 2ª volta...mesmo assim não foi mau de todo e fiz um tempo relativamente bom.

Sumário do fim de semana, Bastante bom, mesmo. Não só a prova, mas principalmente o convívio entre o pessoal, não só da equpa mas inter equipas, especialmente Chamusca. Obrigadinho David, pelo Almoço e ao resto do pessoal pela diversão.

Pena para a Ana, que teve que desistir (para a próxima é melhor de certeza) e para a equipa, pois não conseguiu pontuar por causa disso. Parabéns pelo primeiro Sónia. "You can Do it" Vanessa :)

Para a semana há mais...até lá.

quinta-feira, 27 de março de 2008

A Oeste nada de novo...

Continua o vento insuportável e...faltava a chuva. Ora bem, já não falta :(

Agora que me preparo para sair de casa para ir treinar um bocado, penso no frio e chuva que vou apanhar...Não me apetce muito, verdade seja dita.

Se na corrida até nem chateia muito, pelo menos não se sua tanto, já na bicicleta é um trauma do caroço, em que ao fim de 5 minutos já se está totalmente encharcado, já para não falar dos carros a passar a deixar o seu spray misto com sabor a lama e vegetação autóctone.

Não deixam de passar pela cabeça as perguntas "que ando eu a fazer? Que ganho com isto?".

Felizmente o meu lado irracional ganha quase sempre :) e lá saio eu mais uma vez.

E o trabalho que dá lavar a bina depois? É melhor nem pensar nisso...

quarta-feira, 19 de março de 2008

A fava gigante

É oficial, a ervilhina cresceu e já é maior que uma fava, mais parece uma ameixazinha e segundo um entendido está "compridinha/o"..pode ser que não seja anã/o como o marido da mãe :)

segunda-feira, 17 de março de 2008

Susto

Hoje, depois da prova da meia maratona e como tinha um tempinho antes das reuniões, fui dar uma volta de bina, sem exigência de andamento. Repouso...

Ao fim de 1h30', tudo calmo, temperatura boa, solinho, como se quer...

Não é que uma senhora que queria virar à direita decidiu ignorar que eu já estava no meio da estrada para onde ela queria ir e decidiu ultrapassar-me e virar ao mesmo tempo...

Um granda berro, uma travagem brusca, com a bina a andar de lado e uma guinadela brusca de guiador depois, a frequência cardíaca subiu de 130 para 188 num instante... alguns nomes depois, a sra. fica a olhar para mim, como se nada fosse, sem qualquer tipo de pedido de desculpa...tudo normal...atropelar um ciclista...normal...ainda agora apetece chamar nomes...

ó minha sra. vá ver este vídeo, vá...e depois veja se me vê, ok??



Fosga-se

Meia Maratona Lisboa

Ontem foi dia de Meia Maratona de Lisboa (a da ponte 25 Abril).

Antes de mais dizer que aquilo está a ficar incomportável. €12?? Um bocadinho, não? E se um gajo se atrasa €17...e eles só fazem publicidade depois de passar o prazo do menos caro...porque será?

Enfim...vai quem quer...e eu fui.

Fui lá só para acompanhar uma amiga a bater o seu recorde pessoal.

No início, pensei que ía haver menos confusão devido à divisão entre mini e meia maratona...erro meu. Então e não é que as sras. bestas abriram os "portões" do pessoal da mini e eles lá foram avançando e preenchendo os poucos buracos que havia entre os que íam fazer a meia.

O que gostei realmente foi ver pessoas que, sem dúvida, íam disputar os primeiros lugares da classificação geral, quiça apanhar os Quenianos (por acaso quem ganhou foi o etíope Haile Gebressilassie) irem desesperadamente lá para a frente de toda a gente...como por exemplo aquele barriguitas ou a sra de 70 anos de bengala. Certamente fizeram um grande tempo. Parece aquele pessoal que numa fila interminável ficam todos contentes por passar 2 carros..iuhu...POrtugal, love it or leave it.

Por causa dessa confusão, como sempre os primeiros kms foram cmplicados, sempre em ziguezague. Depois, quando a confusão amainou, em Alcântara, lá conseguimos meter o nosso ritmo, se calhar um pouco elevado, mas sabia bem correr sem andar a desviar de gente.

A partir de meio da prova notou-se que a atleta começou a sentir algumas dificuldades, mas lá se ía aguentando junto aos meus pés. O pior foi mesmo a partr dos 14-15 km (não foi?). Comecei a ouvir a respiração lá atrás, o que é sempre mau sinal nela. Vai, embora, vamos acabar isto, um último esforço. E lá se foi aguentando, com maior ou menor dificuldade.

Mesmo assim, na parte final, apesar de uma quebra evidente, lá conseguimos ir passando bastante gente e não perder muito em relação ao objectivo inicial.

Inicialmente íamos para 1h45 e acabámos na 1h48m40s. Nada mau, para uma prova que até nem correu mal.

Objectivo atingido ou não? O anterior recorde era 1H.......48m......e 52s. Prova superada. Parabéns.

segunda-feira, 10 de março de 2008

Ele há cada Ignorante...



Este Sr. (se é que se pode chamar sr a uma coisa destas, mas a minha mãe deu-me uma boa educação e portanto...) decidiu falar de uma coisa sobre a qual deve perceber tanto como eu percebo de lagares de azeite. Quando se fala do que não se sabe, arrisca-se a dar bronca atrás de bronca.

1º Ninguém no seu perfeito juízo está contra a avaliação...mas já agora, quem avalia a sra ministra ou o sr (lá estou eu)? è que se calhar tanto um como o outro já tinham nota negativa

2º A questão é esta avaliação. Sim, porque eu não posso ser avaliado peços resultados que os alunos têm noutras disciplinas...estarei errado? Atente-se no artigo 16º, ponto 5 do Decreto Regulamentar 2/2008, "b) A evolução dos resultados dos seus alunos face à
evolução média dos resultados:
i) Dos alunos daquele ano de escolaridade ou daquela
disciplina naquele agrupamento de escolas ou escola não
agrupada;
ii) Dos mesmos alunos no conjunto das outras disciplinas
da turma no caso de alunos dos 2.º e 3.º ciclos do
ensino básico e do ensino secundário"

3º Sou também avaliado pela taxa de abandono escolar. É suposto eu ir a casa dos meninos buscá-los contra a vontade destes e dos pais? Também me parece estranho.

4º Como pode um professor de Matemática avaliar um de Química? Ou um de Educação Física avaliar um de Educação visual? Ah e tal delega...a quem? Quando não há um professor titular desses grupos, como acontce na minha escola?

5º O avaliador, para avaliar tem que assistir a aulas do avaliado. No entanto, corre-se o risco de o avaliador não poder assistir a aulas do avaliado, pois a essa hora tem aulas e não é dispensado para isso.

Acho que chega...para quem lê isto e não está numa escola, há muito que deixou de ler.

Realmente há aí uns quantos personagens que parecem perceber de tudo...são os maiores. Pena não serem professores, para poder serem avaliados e eventualmente irem a manifestações.Cito "Portugal não pode continuar a pôr cá fora jovens analfabetos, incultos e impreparados, como acontcia até agora...". Palavras sábias. Será que está a falar dele próprio? Mistério...